• Sinpol

SINPOL COBRA DA DG PAGAMENTO DE HORAS EXTRAS E ENTREGA DE EPI'S PARA POLICIAIS LOTADOS NO INTERIOR

Atualizado: Mai 27

PEDIDO DE PAGAMENTO DE HORAS EXTRAS E FORNECIMENTO DE EPI'S PARA POLICIAIS CIVIS LOTADOS NO INTERIOR SÃO COBRADOS DA DELEGACIA GERAL PELO SINPOL-AM.


O pedido foi protocolizado na tarde de hoje (11/05), na sede da Delegacia Geral com o fito de cobrar da dirigente da entidade medidas que assegurem a dignidade dos Policiais Civis lotados no interior do Estado. Trata-se de um expediente endereçado à gestora da PCAM que versa, na verdade, sobre três aspectos que impactam diretamente o Policial Civil lotado no interior do estado. Foram cobrados providências no sentido de enviar para esses municípios EPI's adequados e na quantidade suficiente para proteção do servidor, uma vez que estamos passando pela pandemia do novo coronavírus. Outra questão cobrada foi o tratamento isonômico que o Estado deve dar aos policiais tanto da capital, quanto do interior. Essa questão isonômica não acontece, por exemplo, quando falamos de testagem para a Covid-19. Se analisarmos as medidas que deveriam ser adotadas pela instituição, os agentes de segurança pública do interior estão largados à própria sorte. O SINPOL-AM cobrou o pagamento de horas extras em virtude sabermos da realidade dos interiores, com efetivos diminutos, onde o servidor, inúmeras vezes, num latente desvio e acúmulo de função, finda sendo escravizado pela instituição, labutando "full time", sem direito a um descanso adequado, simplesmente para suprir as mazelas do Estado. Ao ser questionado sobre o tema em destaque, o Presidente do SINPOL/AM, Jaime Lopes, declarou o seguinte: "...Temos recebido inúmeras e justas reclamações por parte dos servidores que atuam no interior, os quais, em regra, estão abandonados pela gestão. O Sindicato tem feito muito, mas, a Instituição não pode continuar se eximindo daquilo que é o seu dever. Há interiores onde o servidor não deixa de trabalhar nem nos fins de semana justamente porque tem o compromisso de servir à sociedade e não há efetivo suficiente. Por esse motivo, demonstrando todo o seu compromisso, os policiais civis tem feito isso de forma heróica, em alguns casos, até residindo por meses nas Delegacias. Entretanto, muitas vezes, a Polícia Civil não tem cumprido o seu dever de dar apoio a esses agentes públicos que representam a polícia investigativa nessas localidades. A ausência de boa vontade é ilógica e incompreensível. Apenas para exemplificar, na pandemia que estamos enfrentando o SINPOL tem se desdobrado para atender diversas demandas dos policiais lotados no interior, contudo, quando acometidos pelo Covid-19, os servidores não tiveram da instituição qualquer apoio, seja médico, farmacêutico e, muito menos, hospitalar. E isso justifica o nosso total repúdio. Se a gestão da Polícia Civil não trata bem os seus, como poderá ter compromisso com a sociedade amazonense?", finalizou. Enfim, o SINPOL/AM ratifica seu o compromisso de representar incondicionalmente os servidores da PCAM e informa que está vigilante a tudo, fato que deverá redundar no ajuizamento de diversas demandas judiciais, face a necessidade de conter o abuso Estatal. A Diretoria.






© 2020 - SINPOL-AM. CSPQ Tecnologia.