• Sinpol

SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS REIVINDICAM DIREITOS QUE FORAM TOLIDOS PELO GOVERNADOR WILSON LIMA



O Movimento Unificado dos Servidores Público - MUSP, realizou na manhã de hoje (02/08), na sede do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Amazonas – SINPOL, uma coletiva de imprensa para informar como o Governo do Estado vem conduzindo todo o imbróglio gerado com a sanção da LC nº 198/2019. (pacote de maldades)


Na última quarta-feira, um grupo de representantes classistas foram recebidos no auditório da SEFAZ para ver o Secretário Alex Del Giglio e sua equipe, sem a presença da imprensa, exibir slides com dados discrepantes aos apresentados no Portal da Transparência. Tudo para tentar ludibriar os servidores públicos.


Os líderes sindicais ainda destacaram que protocolizaram, na sede do governo, documento solicitando nova audiência do o Chefe do Poder Executivo. Todavia, até o momento o governo permanece inerte e, pelo que parece, pagará para ver até onde sua falta de diálogo poderá chegar.


A pauta é única para todas as categorias, qual seja: a revogação da LC nº 198/2019. Diante disso, o MUSP convocou para amanhã (03/08), às 9h, na sede do Sinpol, uma assembleia geral que tem como elemento de deliberação a greve geral de todo o funcionalismo público do executivo estadual.


Na tarde da última quinta-feira (01/08), houve uma grande manifestação de Policiais Militares da sede da ACS, que, no primeiro momento, não estavam agrupados com o MUSP, porém o movimento vem ganhando força e hoje conta com profissionais da saúde, educação, setor primário, administrativos e segurança pública em todos os seus desdobramentos.


Os líderes deixaram claro em suas falas que não querem uma greve geral, contudo esperam ser chamados pelo Governo e que um canal de diálogo franco e direto com o governador, sem interferência de assessores, seja estabelecido.



© 2020 - SINPOL-AM. CSPQ Tecnologia.