• nuventica

POLÍCIA CIVIL REJEITA O RETROCESSO PROPOSTO PELO GOVERNO DO ESTADO DO AMAZONAS



Na noite desta terça-feira (17/05/2022), aproximadamente 500 Policiais Civis participaram de uma Assembleia na Sede do SINPOL-AM. Na ocasião, o Presidente da entidade Jaime Lopes expôs para a categoria o conteúdo de uma reunião que ocorreu recentemente com o Governador Wilson Lima, dando ênfase ao anúncio a uma quantia insuficiente para a implementação da última parcela do Escalonamento, que já estava prevista em Lei desde o ano de 2018.


Demonstrando muita indignação, os Policiais Civis ressaltaram que o tema é irrenunciável, portanto, não aceitaram o parcelamento da parcela que já faz parte de uma Lei. Por isso, cobram uma postura garantista de Wilson Lima.


Sem desconsiderar o descaso do atual Governo com a mudança da Lei de Promoção, outro tema que causa muita revolta nos Investigadores e Escrivães é a não publicação da Promoção do ano de 2014, numa notória resistência do Governo à evolução das carreiras, mesmo havendo decisão judicial que garante a ascensão funcional da classe.


Por tais motivos, a categoria decidiu rejeitar a proposta e exigiu respeito do Governo e, em princípio, além de ter decidido publicar uma carta aberta à sociedade para explicar o absurdo a que vem sendo submetida, definiram uma grande carreata nos próximos dias, saindo da Delegacia Geral, tendo como destino a Sede do Governo onde será realizado um ato para repudiar tudo o que vem acontecendo no intuito de alcançar uma reconsideração de Wilson Lima e o respeito a uma categoria tão relevante no cenário social.

De igual modo, não menos importante, é preciso que a reposição inflacionária dos demais cargos seja respitada e paga pelo atual governo.






0 comentário