• Sinpol

MAIS DE TRÊS MIL SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS PARTICIPAM DE ASSEMBLEIA HISTÓRICA EM MANAUS

Atualizado: 10 de Ago de 2019



Na manha deste sábado (20/07), mais de três mil Servidores Públicos Estaduais se reuniram em frente à Arena Amadeu Teixeira, Zona Oeste da capital, para, em assembleia geral, deliberar sobre o PL nº 09/2019 (Pacote de Maldade) e posteriormente, botar em votação uma greve geral no Estado.

Mais de vinte entidades classistas, representantes de seguimentos representados por servidores públicos estavam à frente do movimento, dentre elas podemos destacar, SINPOL-AM, ASPROM SINDICAL, APEAM, SINTEAM, SINDSAÚDE, SINPOEAM, dentre outros.

O movimento de pessoas iniciou-se por volta das 9h e terminou às 13h com uma caminhada que saiu da Arena Amadeu Teixeira e foi até a frete da Delegacia Geral de Polícia Civil, na Av. Pedro Teixeira.

Na Assembleia ficou deliberado que na próxima quarta feira (24/07) haverá uma paralização geral de advertência que durará 24h. O fito dessa paralização é mostrar para o gestor do Executivo Estadual que há um equívoco em sua administração quando cria um Projeto de Lei que tira direitos e sacrifica o trabalhador, justamente aquele que faz o Estado andar.

“Não podemos ser penalizados por erros cometidos no Governo.” Disse um dos participantes da assembleia.

“Se o Estado foi vítima de corruptos, somos nós, os servidores, que devemos pagar essa conta?”, argumentou outro participante.

Uma coisa chamou a atenção, os grandes portais de notícia de nossa cidade não trouxeram matéria sobre o movimento ou publicaram pequenas notas, inclusive informando que o número de participantes era pequeno. O Portal do Sinpol, comprometido com a verdade, mostra e comprova com nossas imagens que o número de pessoas que participaram do ato foi significativo.


Ficou, ainda, acertado que se o Governo não chamar as categoria para conversar, no sentido de sanar esse problema criado pelo próprio Governo, uma nova assembleia ocorrerá no próximo sábado (27/07), onde uma greve geral, sem tempo para acabar, será votada.

Em entrevista os Portal, o Presidente do Sinpol, Jaime Lopes disse que estava satisfeito por ter visto tantos Investigadores, Escrivães e Peritos presentes ao ato e que aquele seria apenas o primeiro passo nessa luta tão difícil e que, ao ver tantos pais e mães de família ali reunidos, lutando por seus direitos, renovou suas forças para lutar pelo direito não apenas da categoria dos Policiais Civis, mas, também, por todos os Servidores Públicos Juntos.







© 2020 - SINPOL-AM. CSPQ Tecnologia.