• Sinpol

Departamento Social do SINPOL-AM entrevista: Roberto da Mota Praia


Galeria dos Heróis



O personagem de hoje da galeria dos heróis é Roberto de Mota Praia, amazonense da bela cidade de Coari/AM, banhada pelo Rio Solimões.

Roberto Praia recebeu a equipe do Portal do Sinpol em sua residência e como de costume foi muito cortês. Relembrou dos áureos tempos da Guarda Civil no Governo Álvaro Maia, na função de Guarda Civil quando ingressou na polícia. Disse que fora admitido na Guarda Civil no dia 13.01.1957, tendo permanecido nessa função durante vários anos, depois passou a Agente de Polícia, Inspetor, Comissário, Investigador, tendo se aposentado como Investigador de 1° Classe em 1992. Sua primeira lotação foi na Guarda Civil que ficava na rua Guilherme Moreira com Marechal Deodoro – no centro de Manaus e que à época era um complexo grande composto pela Chefatura de Polícia e Quartel da Guarda Civil, onde o Chefe de Polícia era o temido Stênio Neves;

Foi destacado para trabalhar em diversos municípios, como: Coari, Barreirinha, Anori, Manicoré e Codajás. Na capital trabalhou por muitos anos nas Delegacias Especializadas: DERF, DEOPS, DEHS e DEPRE, esta última foi a sua unidade derradeira, partindo de lá para a merecida aposentadoria.

Com muito orgulho, recorda-se de seus colegas de equipe, citando alguns nomes: Comissários RAIMUNDO RABELO, NABOR, FRANCISCO MAIA, ALEMÃO, lembrando ainda de alguns "meninos" mais novos ZULDENOR, REZENDE, ROBERTO AROZO, ERALDO, e muitos outros.

Dos inúmeros casos que lhe vêm à memória e que ajudou a desvendar, lembra-se de furtos que ocorriam naquele tempo e de ladrões mais ousados que desafiavam a polícia, DANDÃO, X9, SAPECA e CABEÇÃO, mais que sempre caiam nas garras da polícia. Lembra, também, que na DEPRE fez muitas diligências e que sempre logravam êxito nas operações realizadas em busca de traficantes.

Existiram casos engraçados também em sua trajetória e para descontrair contou que certo dia, um policial militar conduzia um preso pela mão ( não havia algema), ao chegarem em frente à Delegacia de Roubos e Furtos, na Av. 7 de Setembro, o preso disse: Acho que não vou entra, aí o PM respondeu: "SE FOSSE EU TAMBÉM NÃO IA"... rsrsrs."

Essa é mais uma história que um grande servidor que tivemos a honra de ter em nosso quadro. O Sinpol agradece e parabeniza por sua participação conosco e te deseja muitas felicidades. E aqui fica mais uma história contada por mais esse HERÓI que bravamente prestou serviço à sociedade amazonense.


ROBERTO DA MOTA PRAIA

Nascido em 25/04/1935 (84 ANOS)

Natural de Coari/Am

Família: 09 filhos, sendo 02 homens e 07 mulheres; 05 Netos; 01Bisneto.


Colaborou

Roberleno Braga

Diretor de Imprensa e Comunicação

Evanice Rodrigues de Lima

Diretoria de Assuntos para Mulheres.

Maria do Carmo Serpa

Diretoria de Apoio a Aposentados e Pensionistas




© 2020 - SINPOL-AM. CSPQ Tecnologia.