• nuventica

CATEGORIA SE ORGANIZA PARA TRAÇAR MOVIMENTO PAREDISTA



Na manhã desta quinta-feira (09/06) membros da Diretoria Executiva do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Amazonas - SINPOL-AM estiveram reunidos com Investigadores e Escrivães do DRCO a fim de tratar sobre as demandas reprimidas da Polícia Civil do Estado do Amazonas. Na reunião, ainda estiveram presentes membros do Sindeipol.


Dentre as demandas apresentadas, a última parcela do Escalonamento e a Promoção foram os destaques.

Ocorre que o Governo insiste em não atender a nenhum dos pleitos das classes de Escrivão e Investigador. Inclusive o Chefe do Poder Executivo já disse que não cumprirá a ordem judicial que determina a imediata promoção dos Policiais Civis ao término do certame estartado via judicial, certame este que já está na mesa do Governador com lista de nomes definida.


Diante das inúmeras negativas do Governo em receber a categoria e, principalmente, atender às demandas que são pleitos justos e previstos em legislação pertinente, o grupo optou por reunir a categoria em assembleia, cujo edital será lançado nos próximos dias, para deliberar sobre o indicativo de greve.


Não é o que a categoria gostaria, mas diante de uma gestão que se recusa a dialogar, que não aceita receber a lideranca sindical, que já se mostrou deveras desinteressada pelos assuntos pertinentes a Escrivães e Investigadores, a solução é parar a categoria, por intermédio de um instrumento legítimo.


E essa tomada de decisão só é possível porque hoje há uma adesão significativa ao movimento paredista, por parte dos escrivães e investigadores.


Em breve o SINPOL-AM fará a convocação para a assembleia onde o indicativo de greve será votado.


Diretoria Executiva

SINPOL-AM



0 comentário